Artigos

[Web Summit 2018] A transição da mídia é apenas uma questão de tempo

Ev Williams , CEO do Medium e Co-fundador do Twitter, mostrou-se otimista em relação ao processo de mudança no modelo de negócio das empresas que trabalham com mídia

 

*Por Bianca Borges e Flávio Horta

Ev Williams, CEO do Medium e Co-fundador do Twitter no Web Summit 2018

 

A ascensão das mídias sociais empoderou os indivíduos, mas também permitiu que as fake news ganhassem uma visibilidade indevida nos meios de comunicação. Para as empresas, lidar com essa questão se tornou um desafio e, para falar um pouco sobre o assunto, Ev Williams, CEO do Medium e Co-fundador do Twitter, participou do Web Summit 2018, maior evento de tecnologia, negócios e inovação do mudo.

Segundo Williams, em depoimento divulgado pelo site ABS – CBN, existe a necessidade de uma nova regulamentação para a mídia e, tanto as empresas quanto os governos precisam tomar uma atitude quanto á essa situação.

Durante a entrevista no Web Summit 2018, na qual o Digitalks também estava presente, o CEO do Medium transmitiu otimismo a respeito de uma mudança nos modelos de negócios. Para ele, as pessoas estão dispostas a pagar por conteúdos de qualidade se essas informações forem, realmente, do interesse delas.

“É necessário ter uma grande quantidade de conteúdo relevante para cada usuário. [..] E o nosso trabalho é descobrir o que é mais valioso para você. […] O seu conteúdo de interesse é diferente do de outra pessoa, mas se a gente conseguir encontrar esse conteúdo e entregar para você, podemos fazer com que você se motive a pagar por esse conteúdo”, afirmou Williams.

O CEO do Medium também salientou que as organizações precisam parar de medir a qualidade do conteúdo levando em consideração métricas superficiais como page views ou CRT, visto que, esses algoritmos baseiam-se na quantidade de consumo, mas não na qualidade do mesmo. Ou seja, não dá para saber ao certo se essa pessoa gostou mesmo do seu conteúdo apenas levando em consideração esse tipo de informação.

Além disso, de acordo com o depoimento de Williams, divulgado pela Época Negócios, o executivo acredita ser necessário que as organizações abandonem o modelo de anúncios, que é remunerado pela atenção do usuário, e implantem um modelo que tenha a sua remuneração baseada na qualidade do conteúdo. Para o CEO do Medium, se um usuário contrata um conteúdo por assinatura, ele passa a ter uma melhor experiência de acesso à essas informações, não sendo impactado por propagandas, por exemplo.

No final do bate-papo, Williams expressou sua confiança na tecnologia, desde que seja utilizada da maneira correta.

“Eu realmente acredito que muitos dos problemas que nós estamos enfrentando agora, podem ser reversíveis, utilizando a tecnologia. Da mesma maneira que [esses problemas] também foram causados por ela”, finalizou.

 

*Bianca Borges é jornalista formada pela Universidade Anhembi Morumbi. Jornalista e Analista de Conteúdo no Digitalks, também tem experiência nas áreas de assessoria de imprensa e gestão de mídias sociais. Gosta de escrever sobre diversos assuntos mas, atualmente, seu foco é o Marketing Digital.

 

*Flávio Horta é empresário, publicitário e especialista em marketing digital, CEO / Founder do Digitalks – principal gerador de conhecimento e negócios na área digital – e Diretor de Eventos e Integração Nacional da ABRADi. Foi diretor de negócios na Media Factory, tem experiência no mercado de internet desde 1999, com passagens pelo BOL e UOL, além de ter montado o seu próprio e-commerce em 2002.

Flavio Horta

é empresário, publicitário e especialista em marketing digital, CEO / Founder do Digitalks – principal gerador de conhecimento e negócios na área digital – e Diretor de Eventos e Integração Nacional da ABRADi. Foi diretor de negócios na Media Factory, tem experiência no mercado de internet desde 1999, com passagens pelo BOL e UOL, além de ter montado o seu próprio e-commerce em 2002.

Comentários