Artigos

Do fim do Like ao Boom do Podcast: Retrospectiva Digital 2019

retrospectiva

Em tempos de tantas transformações – súbitas, efêmeras e com profundo impacto – é preciso atenção às modificações no comportamento de compra e nos hábitos dos consumidores em geral, de modo que as ações específicas de Marketing Digital sejam precisas e eficazes. 2019 foi um período com muitas destas transformações e, no fim do ano, para muitos de nós, é justamente a época na qual fazemos uma série de reflexões que nos fazem ponderar: quais as metas cumprimos?, o que deixamos de realizar?, quais os próximos planos? Estas e outras questões, se adaptadas ao mundo digital, podem surgir como:

  • quais os conteúdos mais consumidos?
  • quais os eventos mais comentados?
  • quais as mudanças mais impactantes?

E é por este caminho que vamos construir este artigo, listando aqui algumas das principais temáticas do mercado digital em 2019. Comecemos, portanto, pelos conteúdos: todo mundo ouviu falar, literalmente, nos podcasts! O formato, que nem sequer é novo, ganhou de vez a simpatia dos milhões de pessoas, principalmente por ter sido impulsionado por gigantes como Google e Spotify. No Brasil, os programas de áudio sob demanda cresceram 67% em 2019, e são mais frequentes entre os jovens de 16 a 34 anos, que se utilizam do smartphone em 75% do tempo que estão a ouvir um podcast. Já em Portugal, 34% das pessoas ouvem este tipo de media. Em 2020, certamente os podcasts vão mostrar que vieram para ficar!

Com relação a vídeos, que já têm sua demanda digital crescente há anos, se a previsão da Cisco é que em 2020, 82% de todo tráfego da internet seja gerado por vídeos, cabe aqui mencionar a chegada revolucionária de uma nova media social, que fez a concorrência se movimentar: estamos a falar do Tik Tok. Famoso entre os jovens de 16 a 24 anos, o aplicativo de vídeos curtos, com mais de 130 milhões de usuários no mundo, fez os concorrentes acelerarem no caminho dos vídeos como, por exemplo, o Instagram. Ainda com relação aos vídeos, foi marcante o fato do mobile ter ultrapassado a TV – o consumo web cresceu 165% no Brasil.

Com relação as eventos da área, definitivamente, não param de aumentar ano após ano. Participei, pessoalmente ou a enviar equipa (publicações, lives etc.), de alguns dos mais importantes da área em 2019, tais como DES-Madrid, Web Summit, Digitalks (Portugal e Brasil) e RD Summit. A cultura da transformação digital é um grande desafio para C-levels, principalmente porque implica novos processos de decisão e, ainda, porque envolve não apenas o Marketing, mas todos os setores da organização – há ainda um grande trabalho a ser feito neste sentido dentro das empresas.

Outro importante ponto discutido nestes eventos foi a dualidade entre: substituição de alguns cargos por trabalhos-robôs e a criação de novos empregos que nem sequer eram imaginados nos últimos 10 anos. Por isso, a estratégia se torna cada vez mais ponto-chave a ser explorado pelos CMOs, já que necessitam perceber a melhor maneira de utilizar todos os dados gerados pelas automações de marketing, enquanto contratações corretas também permitem gerar negócios mais lucrativos.

Também tive a oportunidade de criar e participar de outros eventos independentes, como o “Brasil – Portugal: Empreendedorismo e Transformação Digital”, workshop no Lispolis, em Lisboa, a tratar da temática, muito em voga entre brasileiros e lusitanos.

As pessoas gostam das novidades, mas nem sempre elas são bem-vindas. O Instagram, por exemplo, nos mostrou o fim dos likes e, ao mesmo tempo, a volta dos mesmos. Segundo o próprio aplicativo, a volta dos likes faz parte dos mesmos testes que os ocultaram. A marca diz que o estudo de tendências, neste sentido, permanece. E por falar em tendência, outra que faz parte da retrospectiva deste ano foi o comando por voz, seja para controlar o que fazer nos celulares, para aplicativos de trânsito ou para fazer buscas online, por exemplo.

Certamente, houve tantos outros acontecimentos marcantes nestes 2019, mas destacamos aqui alguns deles, para tentar entender o quebra-cabeça das transformações no mundo digital. Quanto a 2020, esperemos, porque há já por aí um sem-número de previsões para esta nova década que está por chegar! E para você, qual foi o protagonista do cenário digital em 2019? Deixe aqui o seu comentário.

Karla Passeri

é Head de Comunicação e Marketing da Embelleze Portugal, filial responsável por Europa, África e Oriente Médio. Em mais de 10 anos de experiência na área Digital, já atuou como executiva e consultora para marcas como Amazon, B2W, Mercado Livre, Magazine Luiza, MetrôRio, FGV, entre outras. Mestranda em Cultura e Comunicação pela Universidade de Lisboa, ministrou aulas e palestras em empresas e instituições de ensino no Brasil e em Portugal, com foco em planejamento, estratégia, e-commerce e marketing de influência. Possui dois prêmios da ABMN (Associação Brasileira de Marketing e Negócios) e artigos acadêmicos e executivos, publicados no Brasil e no exterior.

Comentários